Melanina – Uma Chave Para Liberdade – Capítulo XIX – Richard King M.D. –

Melanin - Key To Freedom - capa xxxxxxx capa mela


Melanina – Uma Chave Para a Liberdade –
por Richard King M.D. –
pg. – 74 – 75
Melanina e o Fígado, Sistemas Sanguíneo e Linfático

Melanina e o Fígado, Sistemas Sanguíneo e Linfático

UM ESTUDO DA HISTÓRIA AFRICANA ANTIGA REVELA A DEFINIÇÃO AFRICANA DO SISTEMA DE MELANINA HUMANA COMO UM [INTEIRO] SANTO CORPO PRETO [HOLY BLACK BODY – HPP] QUE SERVE COMO O OLHO DA ALMA PARA PRODUZIR VISÃO INTERIOR.

O PROPÓSITO DA ANTIGA EDUCAÇÃO AFRICANA ERA PROVIDENCIAR  O CONHECIMENTO (RECEPTORES DE ENERGIA) E DESENVOLVIMENTO DA VONTADE (DOADORES DE ENERGIA) DO ESTUDANTE O QUE PERMITIA A SALVAÇÃO (LIBERTAÇÃO) DA ALMA (ENERGIA, FLUXO DE ELÉTRON, PONTO PRETO, MICRO BURACO NEGRO) DOS GRILHÕES (CORRENTES, NÃO-RESSONÂNCIA DESARMÔNICA) DO CORPO FÍSICO.

(George James, Stolen Legacy [Legado Roubado], Capítulo 3, U.B. & U. S. Communications Systems).

EM UMA TEORIA ELETROMAGNÉTICA DA VIDA (Bulkey, D.H., Na Electromagnetic Theory of Life [Uma Teoria Eletromagnética da Vida], Medical Hypothesis, 30: pp. 281-285, 1989) AS ESTRUTURAS DA VIDA SÃO CLARAMENTE ELETROMAGNÉTICAS COM “CORRENTES” EM CIRCUITOS (NÃO-RESISTIVOS?, SEMICONDUCTORES, SUPERCONDUTORES) VÊM CAMPOS MAGNÉTICOS TOROIDAL E SOLENOIDAL E COM OS CAMPOS VÊM REPLICAÇÕES GENERATIVAS ATRATIVAS E REPULSIVAS (AUTO-SIGNIFICADO, EU SOU, AUTO-TRANSFORMAÇÃO, SENDO O ANJO) E MOTILIDADE (RESSONÂNCIA HARMÔNICA, UNIDADE COM A LUZ, CONVERSAÇÃO COM OS IMORTAIS).

POR FAVOR, CONSIDERE A ANALOGIA SIMBÓLICA DA OBSERVAÇÃO DE QUE, ENQUANTO EM ESTADO DE JEJUM (FALTA DE ALIMENTO DE DENSA MATÉRIA FÍSICA, USO DE LUZ DO AMBIENTE E INTERNA LUZ DO ETERNO SOL INTERNO) COMO A ESTRUTURA MULTICELULAR SOFRE (EPIGÊNESE?) FORMAÇÃO DE NOVAS ESTRUTURAS A PARTIR DE UM ESTADO SUBDESENVOLVIDO ATRAVÉS DA INFLUÊNCIA DA ALTAMENTE EVOLUÍDA FORMA DO ESTÁGIO FINAL) MORFOGÊNESE (FORMAÇÃO E GERAÇÃO DE TECIDOS E ÓRGÃOS), SE FORMOU UMA LESMA MIGRANDO [MIGRATING SLUG] E FINALMENTE UM CORPO FRUTIFICANDO [A FRUITING BODY], CÉLULAS NAS REGIÕES ANTERIOR E POSTERIOR DESSAS ESTRUTURAS SOB O ÂMBITO DE INFLUÊNCIA CONTÍNUA DE CAMPO (EQUIVALENTE MENSAGEIRO ANGÉLICO, ANÁLOGO A MELANINA, RECEPÇÃO DE ENERGIA), SE DIFERENCIAM EM VARAS/ESPIGAS [STALK] (COLUNA, CIRCUITO SEMI –CONDUTOR/SUPERCONDUTOR DE FLUXO DE ELÉTRONS, SOLENOIDAL (FORMA CILÍNDRICA) CAMPO MAGNÉTICO, MOTILIDADE) OU CÉLULAS DE ESPORO (AUTO-REPLICAÇÃO, AUTO-TRANSFORMAÇÃO, SALVAÇÃO ( LIBERDADE DO ANJO), DOAÇÃO DE ENERGIA, TOROIDAL (FORMA DE ROSCA) CAMPO MAGNÉTICO)

(Dereotes, G-Protein-Linked Signilizing Pathways Control the Development Program of Dictyostelium [Ligações de Proteína-G Sinalizando Caminhos Controlam o Programa de Desenvolvimento de Dictyostelium], Neuron, 12: pp. 235-241, 1994).

Sichel observou (Sichel, G., Biosynthesis and Function of Melanins in Hepatic Pigmentary System [Biossíntese e Função de Melanina no Sistema Pigmentar Hepático], Pigment Cell Research 1: pp. 250-258, 1988),

ao contrário das células de pigmento cutâneas que são derivadas da crista neural, as células de pigmento do fígado , em vez disso, derivam de células Kupffer. . .

As células Kupffer de Anfíbios e Répteis são capazes de sintetizar Melanina por si. . .

As células de pigmento do fígado de Anfíbios e Répteis devem ser classificadas como “Células de Pigmento Extra-Cutâneas de origem Hiistocítica (Sangue)”. . .

No que diz respeito à função das Melaninas, mostra-se que o O2 é preso por estas substâncias, a atividade de óxido dismutase é  inversamente proporcional à quantidade de Melanina presente; Assim, pensamos que a Melanina poderia imitar a atividade SOD. . .

os fenômenos básicos da vida aparecem como métodos concebidos a fim de proteger a matéria viva contra oxigênio, e esta operação é atualizada por elegantes sistemas enzimáticos (progressão de campos magnéticos ressonantes harmônicos), como, por exemplo, catalase de SOD, peroxidases e assim por diante, Eu penso que é muito provável que estes sistemas, durante filogênese, foram formados há relativamente pouco tempo e que anteriormente, quando a atmosfera tornou-se uma oxidante, esta função foi realizada por moléculas mais simples do que as enzimáticas, tais como catecolaminas e Melanina “.

Esta é uma observação importante que liga o papel da Melanina em sistemas vivos com a evolução de O2/CO2 na atmosfera de corpos planetários em que a formação de uma atmosfera planetária experimenta mudança no balanço de oxigênio/dióxido de carbono como um resultado de forças geológicas que liberam o oxigênio de minerais, a geração de oxigênio pelas plantas e dióxido de carbono por animais, a recepção de luz do pigmento Clorofila em plantas, a recepção de luz da Melanina nos animais, e as alterações epigenéticas/morfogenéticas na forma de plantas e animais na biosfera planetária em relação ao campo geomagnético da Terra ao Sol e campos magnéticos planetários do sistema solar, como o sistema solar, estrelas próximas como o sol orbitam o centro da nossa Galáxia Via Láctea e as relações de campo magnético com outras Galáxias nesta expressão do universo. Lá está a Melanina em nuvens de gás interestelares de galáxias, Melanina Cósmica.

Wassermann reportou (Wassermann, H.P., Melanokinetics and the biological significance of Melanin [Melanokinética e a Significância Biológica da Melanina], The British Journal of Dermatology, 82 (5): pp. 530-534, 1970),

O transporte vascular de Melanina na circulação sanguínea e linfática dos seres humanos. Os Linfócitos, adquirindo Melanina na resposta inflamatória. . . circulam na “Quarta Circulação” [“Fourth Circulation”] e re-entram na circulação via vasos linfáticos.

Um exame de leucócitos concentrados do sangue periférico do Bantu normal, revelou células mononucleares pigmentadas.
Nodos linfáticos que drenam a pele mais freqüentemente contém Melanina do que nodos linfáticos abdominais. Melanina é encontrada em cerca de 75% de nodos semelhantes no Bantu”.

Considerando o papel indicado da melanina como um receptor para radicais livres tais como o oxigênio, o qual é transportado por células sanguíneas no sangue ao longo do corpo, há uma importância considerável para a presença de Melanina em células brancas do sangue na árvore vascular. Desse modo, também está o papel de melanina como um transportador de metais, moléculas portadoras de proteínas, moléculas e íons carregados como uma entidade energética, ela própria, dentro da árvore vascular como um circuito para campos magnéticos toroidais e solenoidais.

A árvore vascular pode ser uma auto-estrada para o Móvel Computador de Melanina Nascido do Sangue [Blood Bourne Motile Melanin Computer], A Rede de Trabalho Neural – Células brancas do Sangue – Células Vermelhas do Sangue – De Melanina [The Melanin –White Blood Cell – Red Blood Cell Neural Net Work]. Computador Analógico.

Novamente, há um (Inteiro) Sistema de Melanina do Santo Corpo Preto que é altamente interconectado.

[Again, there is a (Whole) Holy Black Body Melanin System that is highly interconnected].

Anúncios

Sobre https://estahorareall.wordpress.com/

https://estahorareall.wordpress.com/
Esse post foi publicado em Dr. Richard King M.D., Melanina - Uma Chave Para A Liberdade e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s