Questões de Nacionalidade … – The Moorish Message, Vol, 1.

 

———————————————————————

Texto traduzido a partir do jornal The Moorish Message [A Mensagem Moura],
Volume 1, Edição  1, pp. 3,4. – unicamente para fins de informação

The Moorish Message – vol. 1. – 1a

———————————————————————

.

Questões de Nacionalidade …

“Porque sem um nome nacional livre, com uma bandeira de linhagem dos seus antepassados, não há um título divino nacional do governo em que vivemos.”
–  Noble de Drew Ali

.
UMA MENSAGEM PARA O ENTÃO-CHAMADO HOMEM PRETO NA AMÉRICA

Pergunte a si mesmo; “Qual é o meu nome nacional livre e qual é a bandeira da linhagem de meus antepassados?”

Será que temos sobrenomes tais como Jones,, Smith, Johnson, etc. no continente chamado África?

Será que fomos todos nós trazidos para a América do Norte em navios negreiros como selvagens, e será que aqueles de nós que foram trazidos para estas costas, tinham uma bandeira nacional de seus antepassados?

O Moorish Holy Temple of Science [Santo Templo de Ciência Mouro] foi fundado por Noble de Drew Ali, em 1913, para o propósito de elevação da humanidade caída, e foi para estas perguntas acima que Ele nos deu as respostas, a fim de que possamos aprender a amar ao invés de odiar.
Os Mouros [Moors] são aqueles de nós que tem sido incorretamente identificados como negros, pretos, mestiços [colored], latinos e índios. Nós usamos a frase “então-chamado homem negro” [“so-called black man”], porque “homem negro” [“black man”] não é uma nacionalidade ou identidade em que qualquer uma das nossas pessoas pode se conectar aos seus antigos antepassados pais e mães.

Os Mouros são Marroquinos! [The Moors are Moroccans!]
Estes são os Africanos Ocidentais do Antigo Império Marroquino, cujo domínio se estendia desde a África Nordeste e Sudoeste, e do outro lado do Atlântico até as atuais Américas do Norte, do Sul, Central e as ilhas adjacentes.

Mouro [Moor] NÃO é uma religião e a organização do Moorish Holy Temple of Science [Santo Templo da Ciência Mouro] não é um sistema de crenças [belief system].
Mouro [Moorish] é o nome nacional livre da linhagem dos antepassados daqueles de nós que viemos [após a Conquista] a referir a nós mesmos como pretos, negros, mestiços [colored], latinos e índios [indians].

O idioma que você fala NÃO determina qual a sua nacionalidade é! Aqueles de nós Mouros [Moors] que falam espanhol e identificam a si mesmos como Espanhóis são uma falácia. A Espanha está na Europa !!! Eu sou um Inglês falando Mouro [Moor], mas isso não faz de mim um Inglês. Eu falo Inglês por causa do colonialismo, assim como o fazem a maioria de nossos irmãos que falam Espanhol.

A Inquisição Espanhola de 1492, contra os Mouros e colonizadora dos domínios dos Mouros, é o que forçou os nossos irmãos no continente Sul-Americano para o idioma chamado Espanhol, que é uma corrupção da língua Mourisca Latina [Moorish Latin language]. Latim é uma língua e não um povo! Hebraico é uma língua e não as pessoas que falsamente se identificam como Judeus [Jews]. Os Europeus de pele pálida que afirmam ser Judeus não tem nenhuma ligação histórica com a terra de Canaã. Eles (Judeus) [Jews] são os descendentes de uma tribo bárbara chamada Khazares [Khazars] que tem estado falsamente reivindicando ser israelitas desde o século 8 d.C.
Eles não são mais Judeus ou Israelitas do que os Europeus (então-chamados homens brancos) são verdadeiros Americanos!

Os verdadeiros Americanos são os povos Indígenas (Mouros) das Américas, os descendentes dos antigos Moabitas [Moabites] e Cananeus [Canaanites] ou aqueles a quem se referem como povo negro e latinos [black people and latinos].

,

figura Bandeira Marrocos.jpg

,

A América não é a Índia e, portanto, não há quaisquer povos indígenas desta terra chamados “Índios” [“Indians”].
Os então-chamados Judeus [so-called Jews] não são da Palestina, eles vem do que é hoje conhecida como a Rússia.
A maioria deles nem mesmo fala Hebraico, eles falam iídiche! [Yiddish!] O idioma Hebraico é uma língua Mourisca [Moorish language] e o iídiche [Yiddish] é uma corrupção do mesmo.

A mensagem para você, “então-chamado homem negro” [“so-called black man”] é saber quem você é e quem os impostores são. Conhecer o que [qual] a sua nacionalidade é e a religião de seus antepassados.

Qual é a bandeira nacional do ‘homem negro’ ou ‘latino’ ou ‘homem de cor’ [‘colored man’]?

Nações sem bandeira são nações mortas! Antes do colonialismo, nós então-chamados negros éramos Mouros/ Muçulmanos [Moors/Moslems] portando nossa bandeira nacional que é vermelha com uma estrela de cinco pontas verde no centro. A Inquisição e servidão forçada foi o que levou os nossos antepassados a esquecer nossa verdadeira identidade e a se apegar a nomes e princípios que disfarçam a escravidão. Os verdadeiros sobrenomes dos Mouros [Moors] da Amexem Noroeste (América) são El e Bey. Estes são alguns dos títulos Nobres [Noble titles] que foram tirados dos Mouros na América do Norte em 1774 e nomes tais como negro, preto, mestiço [colored] e Etíope foram usados para des-nacionalizar plenos cidadãos Mouros [Moorish nationals].

Durante o tempo da escravidão, 1774-1865, o senhor de escravos Europeu colocaria o sobrenome de seus antepassados sobre os Els e Beys, desta forma desnacionalizando e desligando-nos de nossa verdadeira linhagem da família e da cultura. Este é um processo que tem sido passado de geração em geração, levando assim a nós Mouros a glorificar títulos de escravos como se estes pertencessem a nós quando, na verdade, estes pertencem às famílias do senhor de escravos Europeu.

Esta é a marca da besta que o livro de Apocalipse fala “e que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca ou o nome da besta, ou o número do seu nome“.
Neste dia, ele não permitirá que você compre ou venda a menos que você use o seu nome corporativo [straw name] e número de segurança social.
Seu nome corporativo [straw name] é o nome que aparece em qualquer documento emitido pelo ESTADO tais como licença de motorista, certidão de nascimento, cartão de segurança social, e [este nome aparece] escrito [todo] em letras maiúsculas.
Todos esses documentos acima mencionados só podem portar nomes de empresas [names of corporations] e não de pessoas reais, assim, tenha em mente por que é que o nome na carteira de motorista é referido como um ‘nome corporativo’ [‘straw name’] (‘laranja’) (‘espantalho’). Este não é você e não é o seu nome! O nome pertence ao ESTADO que o criou, no entanto, vocês, como um apátrida [stateless person](sem nacionalidade) são responsáveis por todas as obrigações deste nome corporativo [straw name].

Aquele que deseja usar qualquer um dos documentos emitidos pelo ESTADO, não se esqueça de reservar os seus direitos de direito comum, colocando “UCC 1-207 / 1-308 / 1-103 Todos os Direitos Reservados,” acima de sua assinatura. Esteja ciente de que os documentos de ESTADO são contratos comerciais e você deve reservar os seus direitos de direito comum quando entrar nestes contratos.

O que devemos fazer, como então-chamados negros, é devolver os nomes do senhor de escravos de volta para ele e proclamar o sobrenome nacional livre [free national surname] de nossos antepassados, para que possamos desfrutar de todos os direitos naturais, humanos e materiais, como qualquer outra nação!

Os cinco pontos sobre a nossa bandeira representam amor, verdade, paz, liberdade e justiça, que são as harmonias da vida. A verdade sobre nós então-chamados negros [so-called blacks] é que nós não fomos todos trazidos para as Américas por meio do tráfico de escravos, a maioria de nós já estavam aqui, com sistemas políticos de governo já estabelecidos no local, em harmonia com a Lei Universal do Zodíaco e a escala matemática de 0 a 9. É difícil para a maioria do nosso povo compreender esse fato, devido à sua falta de conhecimento de nossa verdadeira identidade, ao longo da história mundial.
Nós lemos a ‘estória dele’ [‘his-story’] [contada pelo colonialista Europeu] e não podemos encontrar a nós mesmos dentro da ‘história dele’ [‘his-story’] porque nós não sabemos a quem procurar! Nós continuamos a procura por negros [blacks], mas não conseguimos encontrar negros porque nós nunca chamamos a nós mesmos disso.
Nós éramos Mouros [Moors] naquele tempo, nós somos Mouros [Moors] agora !!! Paz

.

Grand Sheik Messiah Aziz El

Anúncios

Sobre https://estahorareall.wordpress.com/

https://estahorareall.wordpress.com/
Esse post foi publicado em Sem categoria, Taj Tarik Bey, The Moorish Message. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s